Mulher é morta pelo ex-marido com golpe de faca na frente dos filhos - Plantão Lemense

25/05/2016

Mulher é morta pelo ex-marido com golpe de faca na frente dos filhos

Um crime bárbaro foi registrado na manhã desta quarta-feira, dia 25, em Leme. Uma jovem de 17 anos foi morta pelo ex-marido quando estava levando os filhos para a creche. A vítima ainda chegou a ser socorrida com vida, mas não resistiu ao ferimento e morreu no Pronto Socorro da Santa Casa. Logo depois do crime, autor fugiu do local de bicicleta e abandonou a faca usada nas imediações.

Segundo a polícia, a vítima, identificada como Daiane Thomaz de Oliveira, estava levando seus dois filhos para a escola, quando caminhava pela Rua Antonio Santucci, no Jardim das Palmeiras, foi abordada pelo ex-marido onde começaram a discutir. Nesse momento, na frente das crianças, o assassino desferiu-lhe um golpe de faca embaixo do braço. Logo depois de agredir a ex-companheira, ele fugiu do local em uma bicicleta abandonando a faca próximo ao local do crime. 
A Polícia Militar foi avisada e logo após, uma de suas equipes chegava ao local onde a jovem estava caída no chão ainda com vida. Imediatamente a equipe de Resgate do Corpo de Bombeiros foi acionada e realizou o socorro da vítima que foi encaminhada ao Pronto Socorro da Santa Casa aonde veio a falecer. A faca usada no crime foi apreendida pela polícia.

Testemunhas disseram que o casal estava separado há algum tempo e que existia, inclusive, medida protetiva expedida pela Justiça local no dia 12 deste mês, que determinava que o ex-companheiro não se aproximasse da mulher. O corpo de Daiane Thomaz de Oliveira será encaminhado para exame necroscópico no Instituto Médico Legal (IML) de Limeira e deverá ser sepultado no Cemitério São João Batista, em Leme.

Autor de se apresenta

O autor do homicídio, que já registra antecedentes criminais, identificado como Dailton Aparecido Sampaio da Silva, de 28 anos, por volta das 10h30 desta quarta-feira (25), acompanhado de seu pai, se apresentou na Central de Polícia Judiciária. Ele foi ouvido pelo delegado de polícia, Dr. João Pinheiro Neto, que o autuou em flagrante pelo crime de homicídio. Criminoso foi recolhido na cadeia Pública de Pirassununga onde permanece à disposição da Justiça.