Google AdSense

Padastro diz que jogou menina em colchão e que ela bateu a cabeça no Itamaraty

Foto: André Goulart - Leme Questiona
O padrasto da bebê de 1 ano e 10 meses que morreu em Leme disse em depoimento à Polícia Civil que jogou a menina em um colchão e ela bateu com a cabeça na parede. Ele e a mãe da criança foram presos temporariamente na noite de quarta-feira (17) por homicídio qualificado por motivo fútil.

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP) informou nesta quinta-feira (18) que a conversão para a prisão preventiva já foi solicitada à Justiça. Segundo o delegado Carlos Eduardo Malaman, um laudo preliminar do Instituto Médico Legal (IML) apontou como traumatismo craniano a causa da morte.

Além do casal, o delegado ouviu alguns vizinhos e agora aguarda o laudo conclusivo do IML para finalizar o caso que aconteceu no bairro Itamaraty.

O crime aconteceu no bairro Itamaraty. A Polícia Militar foi acionada e, ao chegar ao local, encontrou a menina sem vida.

O Conselho Tutelar informou que no fim da tarde de terça-feira (16) recebeu um comunicado da escola que a criança frequentava sobre possíveis espancamentos. O conselho iria iniciar uma investigação nesta quarta-feira (17). Fonte: G1 São Carlos